Amo fotografar, criar composições e compartilha-las no instagram.  Me pego editando fotos por vários minutos, tirando sombras, apagando marcas, iluminando o ambiente, além de pensar na ordem em que elas serão postadas. E hoje em dia ter um feed bonitinho e coerente virou de fato uma tendência na rede. Como sei que tem muita gente assim como eu que está tentando manter um feed organizado e bonito, resolvi compartilhar aqui algumas diquinhas que irão ajudar!

1 -Defina seu estilo

Acho que um dos primeiros passos é ter um padrão. Definir se você gosta de fotos com tons mais claros ou tons mais escuros. Repare em qual filtro costuma usar e aposte sempre nele ou em pequenas variações de luz e contraste. O importante é ter uma paleta de cores harmônicas.

2 -Evite postar milhares de fotos repetidas

Sempre tente alternar fotos de looks, selfies, comidas, detalhes...Claro que isso não é algo que precisa ser seguido à risca, em uma viagem, por exemplo, a tendência é postar mais fotos parecidas. Mas acho válido evitar. Eu, por exemplo, não curto muito aquelas contas onde só tem selfie, afinal eu quero ver coisas diferentes e não só a cara de pessoa rsrsrs…

3 – Use aplicativos para editar as fotos

Um dos aplicativos que mais uso para editar as fotos é o VSCO Cam. Ele tem inúmeros filtros, alguns gratuitos e outros pagos. Eu escolhi sempre usar o filtro A5 e dependendo da foto vou só regulando o nível do efeito. Ele também oferece opções de contraste, brilho, saturação, entre outros.

Também gosto do Facetune. Ele é ótimo para retocar algo que está incomodando. Ex: uma espinha na pele (só cuidado para não exagerar e ficar muito fake, use com moderação!). Algumas pessoas usam muito ele para clarear o fundo das fotos, para deixar o feed todo branquinho. Outro aplicativo de edição de fotos que é bem famoso é o Snapseed. Ele é bem semalhante ao VSCO, mas possui mais filtros gratuitos.

Fonte: Pinterest

5 – Busque referências

Pesquise os perfis que você mais gosta e comece a segui-los para ter como referência. Eu gosto de vários, mas os meus favoritos do momento, além dos já citados no item 1 são:

@fashioncoolture

@coolflatlays

@ericashaw

@mikutas

É um feed mais lindo que o outro né?  Ah não deixe de me seguir lá no insta @franbgabrielli!

Como turbinar as fotos com o aplicativo VSCO Cam

beijos, Fran Gabrielli

Fazer o enxoval do bebê é uma delícia, uma das partes que mais gostei na gravidez. Dá vontade de comprar tudo, ainda mais quando se é mãe de primeira viagem. Contudo, hoje em dia se eu fosse fazer outro enxoval mudaria várias coisas. Para ajudar as futuras mamães, fiz uma lista de alguns itens que considero essenciais em um enxoval de bebê e outros que deixaria para comprar depois, caso eu sentisse necessidade. Lembrando, que isso é uma opinião minha, baseada na experiência que tive em casa como mãe. Vamos lá?

Itens que considero essenciais e que usei e uso muito:

1 – Bodys

Acho que é o que não pode faltar no guarda-roupa do bebê. Manga longa ou manga curta? Isso depende da época do ano em que seu bebê vai nascer. Como Alice nasceu no auge do verão (5 de janeiro) eu sei muitos bodies de manga curta. Evite aqueles que possuem botões atrás, pois podem machucar. Outra coisa legal (mas não essencial) é que eles tenham três botões embaixo, porque ficam mais certinhos com a fralda.

2 – Culotes

Fui descobrir o que era isso quando fiquei grávida rsrsrs… Uns chamam os culotes de mijões ou outros de calças. Assim como o body ele também é peça essencial no guarda-roupa do bebê. Ele pode ser com o pé ou sem. Eu prefiro aquele que é sem pezinho, pois dá para usar por muito mais tempo. Minhas marcas preferidas para bodies e culotes são a Carters e Malhas Lion (marca daqueles pijaminhas caneladinhos bem baratinha).

3 – Macacão ou Tip Top

Quando a Alice nasceu usei muito pouco tip top, já que estava muito quente. Mas no inverno foi a peça de roupa que ela mais usou. Acho que deixa o bebê quentinho e confortável. Além disso, é muito mais prático do que ficar colocando calça e casaco.

4 – Casaquinhos de malha ou lã

Os casaquinhos são ótimos para aqueles dias de primavera ou outono em que as temperaturas oscilam bastante. Opte pelas lãs antialérgicas, já que a pele do bebê é muito sensível.

5 – Paninhos de boca e fraldas

Usei e uso muitoooo! Esse é um dos itens multiuso. Você usa para limpar o bebê, apoiar o rostinho dele quando ele é colocado para arrotar e para secá-lo na hora do banho, já que as toalhas felpudas não são indicadas para a pele do recém nascido. Todos os que comprei são da loja Dengo de Vó. (indico!)

6 – Carrinho de bebê e bebê conforto

O carrinho de bebê para mim foi um item fundamental. A Alice dormiu nele até os 3 meses e depois desse período usamos muito para os passeios. O bebê conforto é obrigatório para transportar o bebê no carro, por isso acho essencial. Além disso, ele vai ser utilizado até o bebê ter 13 kilos. Hoje existem muitos modelos de carrinhos que já vem com o bebê conforto. O meu é o modelo click conect da Graco (super indico).

7 – Apoio de cabeça

Para usar tanto no bebê-conforto quanto no carrinho. Impede que o bebê fique balançando muito a cabeça, principalmente até os três meses, quando ainda não detém o movimento da cabeça.

8 – Cortador de unha

O cortador de unha, em tamanho apropriado para bebês, é essencial. Incrível como as unhas dos bebês crescem! (queria que as minhas crescessem assim rsrs…). Quase toda semana temos que cortar as unhas da Alice, porque senão ela acaba se arranhando.

9 – Trocador Portátil

Quando você sair com o bebê e precisar trocá-lo fora de casa vai saber como é a higiene dos trocadores públicos, né? Além disso, é muito útil na casa dos amigos, no carro. Enfim você vai usar muito! O meu é da Dengo de Vó.

Itens que para mim foram desnecessários:

1 – Bolsa do bebê

Eu até comprei, mas acabei não usando. Comprei uma mochila na Zara e acabei adotando como a bolsa de levar as coisas da Alice no dia a dia. Assim não preciso levar uma bolsa para mim e outra para ela. E se for para passar mais dias fora de casa, uso mala normal mesmo. Mas isso é uma coisa bem pessoal, sei que tem mães que adoram!

2 – Aspirador Nasal

Comprei, mas até hoje nunca usei e já vi várias mães falando que também nunca usaram. Muito mais fácil limpar as caquinhas do bebê com cotonete.

3 – Babá Eletrônica

Esse é um item polêmico, porque tem muitas mães que usam muito. A minha dica é esperar o bebê nascer e ver como vai ser a rotina da família. Até os 6 meses é recomendado que o bebê durma em um berço/moisés no quarto dos pais o que a torna dispensável e durante o dia se você morar em um ambiente pequeno ela também se torna inútil, já que certamente vai ouvir o choro do bebê. Aqui em casa compramos, mas até o momento utilizamos muito pouco.

4 – Sapatinhos

Sapatinho de bebê é a coisa mais fofa do mundo. Só que, a verdade é que a gente não usa! Não adianta nada comprar sapatinhos para bebês até três meses de idade. Vai ser um saco de colocá-los no pezinho do bebê, eles vão se irritar com o negócio, vão querer tirá-los. Só serve mesmo para bater uma foto! Eu prefiro aquelas meias que são estilo sapatinhos (a puket tem vários modelos desses).

5 – Luvinhas

Com certeza você vai encontrar em listas na internet a necessidade de levar para a maternidade luvinhas. Isso evita que os bebês se arranhem. Mas nada como uma lixinha ou um cortador de unha para solucionar o problema. Ainda mais, no calor. Além disso, não acho que seja confortável o bebê ficar o tempo todo de luva. Imagina você ficar com as mãos presas o tempo todo?

6 – Bomba de tirar leite

Eu comprei duas bombas de tirar leite: uma manual e uma elétrica. Contudo, não tive sucesso na amamentação e acabei não usando nenhuma das duas. Por isso, acho que é outro item que vale a pena você esperar para ver se vai precisar.

7 – Sling

Também é polêmico, pois há muitas mães que amam. Mas eu não me adaptei a ele e não usei nenhuma vez. Sugiro que você antes de comprar pegue emprestado de alguma amiga e faça o teste se vai se adaptar.

E aí mamães quais itens vocês mais usaram? Compartilhem suas experiências?

beijos, Fran Gabrielli

Gente descobri um achado na internet, a loja Beleza Europa! Ela é uma loja virtual para brasileiros que querem comprar produtos de beleza diretamente da Europa. Os preços são realmente incríveis! Marcas como L’oréal, Schwarzkopf, Revlon costumam sair pela metade do preço que você pagaria aqui no Brasil. Segundo a empresa, os preços são mais acessíveis   pois eles compram grandes quantidades diretamente com os fabricantes.

A loja é toda em português e a compra é muito fácil e rápida de fazer. As formas de pagamento são cartão de crédito, boleto bancário e PAYPAL.

Fonte: Blog Salão Beleza Feminina

 

A única parte chatinha é que por venderem normalmente para revendedores, a compra mínima dentro da loja deve ser de 500 reais! Mas para quem não quiser gastar esse valor todo é só achar algumas amigas que queiram comprar também, até o valor chegar no preço mínimo e dividir o frete!!
Os produtos costumam chegar em 3 semanas. Claro que isso depende muito do correio aqui no Brasil. O blog Salão Beleza Feminina fez um vídeo explicando sobre as compras no site e mostrando os produtos comprados (para ver clique aqui). Também li em vários sites sobre a loja e em todos ela teve uma qualificação positiva (aqui e aqui).
Ainda não fiz a minha compra na Beleza Europa, pois estou vendo com minha irmã para dividir comigo. Mas assim que eu fizer e os produtos chegarem venho contar para vocês como foi a minha experiência.
beijos, Fran Gabrielli